Another Words


Dark and Twisty
10 de dezembro de 2009, 5:46 AM
Filed under: 1 | Tags: , ,

Meredith Grey, segunda, terceira e quarta temporadas. Esse tem sido meu drama dos últimos dias. Essa coisa interminável e doentia, que faz bem por um segundo e mal pelos mil seguintes.

Preciso de um post-it azul, caramba! Me prometa alguma coisa, qualquer que seja.

Ok, moving on. Viajo hoje e as coisas vão se acalmar, como sempre. Dessa vez eu aprendi, eu juro.

E mais um quote dela, pra minha listinha de sabedorias pra vida, que sintetiza tudo que eu aprendi com essas coisas imbecis que insistem em aparecer pra mim:

Denial. It’s not just a river in Egypt. It’s a freaking ocean.

Beijos,

último post do ano no Brasil, amém.



4 de outubro de 2009, 5:06 PM
Filed under: 1 | Tags:

Bad day to breathe! Bad day.bad day



Strangers
5 de setembro de 2009, 1:10 AM
Filed under: 1 | Tags: , , ,

Ok, que vidinha mais bagunçada tá a minha. Bom, não exatamente bagunçada, mas diferente do que sempre foi.

Muitas incertezas, muitos desejos, poucas possibilidades. Não sei se vale a pena eu continuar meu curso na UnB, porque tou achando tudo muito chato, uma tortura ir praquele lugar. Não as aulas em si, que até não estão tão ruins. Apesar desse ser, de longe, o semestre mais picareta. PV1 não teve nada de mais até agora, tou sem prof. em AG1 até o dia 14, MPG até aprendo coisas, mas a aula é cansativa. Só fotografia que tá bem bacana (por acaso, a única matéria que não é do meu departamento e a única que faço com pessoas aleatórias). Mas aquele ambiente me deixa completamente infeliz. Não me identifico com as pessoas, não tenho vontade de fazer absolutamente nada por lá, não fico nem animada em estar lá,  não gosto de passar o tempo livre fazendo nada naqueles prédios… um peixe fora d’água mesmo! Eu não consigo ver progresso nenhum em mim mesma com relação ao curso. Nossa, tá bem chato, mesmo. Não que eu esteja presa ao meu Ensino Médio, como minha mãe sugere. Nem que eu não me esforce. É outra coisa… É questão de não se sentir bem no lugar mesmo. E ver o quanto aquilo te afeta, deixando seu astral lá embaixo. Eu fico quase o tempo todo torcendo pra sair de lá e ir pra casa ou pra encontrar alguém amigo.

É muito estranho, porque na UDF, que eu não conheço quase ninguém, me sinto bem. Não tem ninguém muito querido, a não ser o Paulo, mas eu vejo ele umas 2 vezes por semana por 15 minutos só. É uma questão das pessoas que te cercam não te fazerem mal mesmo. Não precisa fazer bem também, é só ficar lá, numa boa, sem te afetar negativamente. Não tem competição, não tem crítica, nada.

Eu sei que isso, provavelmente, é uma má fase minha, que não ando muito paciente e tolerante. Porque sempre me senti assim com as pessoas da UnB, mas eu pensava “tudo bem, você precisa aceitar as novas pessoas”. Acontece que antes não me fazia tão mal, quanto agora.

Tá uma coisa bem estranha esse ano…

Quando ao post “Let the flames begin”:

– CONSEGUI MONITORIA DE METODOLOGIA! :D

– E fui no cinema na quarta, all by myself! “Se beber, não case”. Meudeudocéu! Que filme engraçado! Juro! E olha que eu detesto comédias americanas…



ODEIO DOMINGO
23 de agosto de 2009, 8:34 PM
Filed under: 1 | Tags: ,

O orkut veio pra causar discórdia entre as pessoas.

Odeio domingos!!! Esse, em particular, tá pior. Coisa do dia mesmo. Mas que praga!

ur! Sei lá o que eu ia dizer… queria ver um filme bom.

Tchau.