Another Words


Guernica e a meta número 2
15 de novembro de 2009, 3:57 PM
Filed under: 1 | Tags: , , , ,

Ok, agora que é oficial, posso contar: passei na prova de estágio do TJ, me chamaram, eu aceitei, já assinei contrato e começo na segunda!!! :D Tou súper empolgada, lógico, mesmo que seja na vara cível. O que acontece é que passar em um estágio por causa de entrevista é uma coisa, passar por causa de prova são outros 500. Por mais que a prova cobrasse coisas sobre arte*, atualidade e coisas não-ligadas a direito, ainda acho que é um ótimo meio pra selecionar pessoal. Me revolta muito estar na universidade e ver que as pessoas, na verdade, são umas antas em tudo que não é relativo ao curso em que estão matriculadas. Não que eu seja a senhora sei-sobre-tudo-que-tá-acontecendo, mas eu sei que isso é muito importante e tento me atualizar.

Por ironia, me ligaram na sexta, me chamando pra estagiar na área de design. Eu ainda não sei muito bem o que eu vou fazer e, pra falar a verdade, eu tou tão empolgada com tudo (estágio, viagem, fim de semeste…), que nem tou esquentando a cabeça pra ver no que tudo isso vai dar.

O que importa é que, a partir de segunda, terei -20h semanais disponíveis e tou muito feliz que vou gastá-las com uma coisa que eu queria, por mais que seja loucura total entrar nisso bem no caos do fim de semestre. E com isso eu cumpro metade da minha meta nº 2, “estagiar em cada uma das áreas”.

 

* Aconteceu uma coisa meio absurda nessa prova pra estagiário do TJ: caiu uma questão, perguntando de quem era o quadro Guernica. Ok, respondi, fui pra casa achando o máximo finalmente cobrarem questões sobre cultura geral que eu considero importante que as pessoas saibam, por mais que essa tenha sido meio óbvia. Cheguei na minha aula de processo penal na segunda e tinha uma menina (que tinha gabaritado a prova passada da matéria) comentando sobre a prova do TJ:

“achei muito sem noção!!! Como eu vou saber quem fez os jardins do Itamaraty? E aquele quadro??? PRA QUE EU PRECISO SABER DAQUILO SE EU FAÇO DIREITO?”

E os amiguinhos dela concordando. Viu o naipe das pessoas?! Pois eu achei lindo ter caído quem pintou um dos quadros mais importantes do modernismo e não é porque eu sabia que tinha sido Picasso. Que caísse um que eu não soubesse… É importante cobrarem isso das pessoas, pra que elas comecem a saber (porque se não cai em concurso, ninguém se interessa ¬¬), porque aquilo ali é cultura, poxa! É história contada de um jeito muito mais interessante. Muito mais importante do que saber nox, matriz, classificação de planta ou aquelas baboseiras todas que fazem a gente engolir no ensino médio e que a gente acaba descartando depois que passam as provas, porque são completamente inúteis.

Então, minha filha, você precisa saber quem pintou a Guernica e quem projetou os jardins do Itamaraty exatamente porque você faz direito.

Até!

Paula-rebelde-estagiandonotj (hihi), beijos.



Little Girl Blue
23 de outubro de 2009, 12:00 AM
Filed under: 1 | Tags: , , ,

Sério, pessoas novas e interessantes do mundo: apareçam! Não agüento o mesmo drama mais não, nem fuçar os mesmos orkuts, nem me lembrar das mesmas histórias e das mesmas conversas.
Esse tempo chuvoso ainda atrapalha todos os meus planos, porque os vidros ficam embaçados e aí, meu amigo, não tem como esconder mesmo.

Essa é a melhor música da Janis Joplin, vai por mim, possível leitor. Aliás, é uma das minhas músicas preferidas de todas. Lindíssima! Melosíssima (é, é melosa)! E doída.



Against all odds
9 de setembro de 2009, 11:24 PM
Filed under: 1 | Tags: , ,

Eu tenho uma prova amanhã e tou aqui, vegetando na internet.Culpa das velhas borboletas, sem a conotação emo. Ok, pode ser a maior besteira que eu posso estar començando (gerundismo na veia, Fobis!) a fazer. Não tou nem aí, lógico. No começo, eu nunca tou nem aí. Nem no meio. Só quando me obrigam a chegar no final que eu começo a me arrepender mesmo.

Quero dizer, eu tava otimista, ouvindo System of a Down (uiui), fofocando com o Tiago, fazendo carinho no cão, morrendo de vontade de postar e bem humorada com a UnB. Maravilha! Que saco! Eba! Droga!

Tudo bem, eu acho que era disso que eu tava falando, quando pedi emoção e coisas novas, no começo do ano. Não exatamente desse jeito, mas eu também não especifiquei, my bad.

O fato é que cá estamos nós (no caso, meu id, ego e super ego – essa foi pra você, Lorena) freaking out por causa disso tudo. Tá, não é pra tanto. Mas eu tou com muita vontade de explodir e gritar.

Nossa, eu tou absurdamente incoerente, eu acho. Pra variar… É que eu nem sei se devo ficar feliz ou preocupada ou com raiva ou triste ou aliviada ou sei lá! Agora eu tou tudo isso junto, na verdade. Uma hora rindo sozinha e outra pensando “que merda!!!”.

O filme desse vídeo, “Wicker Park”, é muito bom! Eu nunca vi o começo dele, porque, da primeira vez, comecei a ver porque eu achei a atriz, Diane Kruger, muito familiar e não conseguia me lembrar que filme ela tinha feito e continuei vendo, pra ver se descobria (“Tróia”, by the way). Não tava entendendo nada do filme, mas tinha um conflito amoroso e uma mulher obcecada por um cara. E ainda tocava essa versão do Postal Service pra “Against the odds”. O suficiente pra eu continuar assistindo. No finalzinho, eu entendi o que tava acontecendo e amei o filme. Da segunda vez, também peguei pela metade, mas já sabia sobre o que era a história, aí fui prestando mais atenção no que acontecia e comecei a gostar mais ainda do filme.



Let it Rain
6 de setembro de 2009, 8:23 PM
Filed under: 1 | Tags: , ,

MeiasChuva de setembro tem gostinho especial. Nunca se sabe o que ela vai te trazer.



A little something
8 de junho de 2009, 1:16 AM
Filed under: Sem categoria | Tags: ,

O fim do semestre se aproxima. Isso significa uma coisa: CAOS! :)

beigos, paulinhainlove. HAHAHA!

Depois venho contar essa aqui.



Inferno Astral
24 de maio de 2009, 12:32 AM
Filed under: Sem categoria | Tags: , ,

Odeio mediocridade, meio-termo, nem quente-nem frio, nem bom-nem ruim. Não gosto de ser só mais uma no meio dos milhares estudantes de direito, nem só mais uma que gosta e que quer trabalhar com design. Já não gosto nem de ser mais uma no meio dessa cidade, o que é mais que normal. Mas o comodismo (e o cansaço) tomou conta de mim e acaba que eu sou aluna MS, sou só mais uma mesmo. E o que eu faço que, teoricamente, deveria me diferenciar, não é reconhecido ou não é valorizado. Então, qual o sentido de eu me envolver em mil e uma coisas (que, confesso, entro mais por gostar do que pela busca de reconhecimento) se não vai fazer a menor diferença no fim das contas? Aliás, só vai reduzir o tempo que eu deveria fazer alguma outra atividade “mais importante”. Mas as coisas extra-curriculares que eu faço me dão prazer. Eu gosto de “perder” um final de semana pra ficar dentro de uma sala discutindo sobre algum problema mundial, eu gosto de gastar a tarde do meu domingo falando sobre o que eu acredito pra protótipos de gente, eu gosto de ajudar pessoas que não tem ajuda. Gosto ainda de escrever, de dormir, de fazer nada, de ficar deitada na minha cama pensando na morte da bezerra ou nos formatos das estrelinhas no teto do meu quarto. Enfim, gosto de ter um tempo pra mim, pra eu desfrutar da minha própria companhia.

Acontece que todo mundo enxerga tudo que eu faço como “ela fica arranjando mil coisas pra fazer”! O pessoal da UnB pensa que eu sou doida em fazer outra faculdade e devem achar inútil, no fim das contas. Ou, no mínimo, que eu não sei o que quero. Os da UDF não entendem que diabos é desenho industrial e pensam que eu fico só de manhãzinha da universidade federal desenhando coisas legais. Os dois acham que é perda de tempo na altura do campeonato eu mexer com simulação (isso quando eles entendem o que é isso, lógico), catequese, projeto lá na vila DNOCS ou qualquer outra coisa que eu faça. Pensar em ir no cinema numa quarta então… nossa! É pecado.

Chega uma hora que cansa de conviver com pessoas que não vivem no mesmo universo que você. Porque só vem crítica e nunca reconhecimento, sabe?! Não que eu esteja pedindo isso, mas parar de ficar julgando o meu tempo não-UnB já seria o bastante. Por outro lado, talvez todo mundo tenha razão… talvez eu esteja fazendo coisa demais. Mas eu só me envolvo com esse tanto de coisa porque eu sei que eu dou conta. Acontece que ultimamente não tem sido assim. Eu tou cansada, sério. Como nunca antes. Por milhões de motivos, além do tempo apertado. Eu sei que não tou dando o máximo de mim mesma, mas eu juro que tou fazendo o que consigo, o que minha disposição me permite. Mas não tá vindo mais retorno como antes. De nenhum lado. Parece que eu finalmente virei adulta e que sou eu e eu só. E eu não tava preparada pra isso ainda. Eu achava que fosse ter reconhecimento aqui em casa e nas faculdades pelas coisas que eu faço, que fosse ter os amiguinhos high school na UnB, que fosse ser um monte de coisa, muito diferente do que tá sendo. E, na verdade, não vem nada. Nem nota, nem elogio, nem uma frase que não seja criticando a minha mania de querer fazer tudo ao mesmo tempo. E disso tudo sobrou uma alternativa: aprender a ser auto-crítica e não querer botar defeito em tudo que eu faço até alguém abrir meus olhos pra dizer “não, Paula! Foi bom o que você fez…”

E não vou trancar faculdade, deixar de participar das coisas que eu gosto ou de ir no cinema na quarta. Não vou! Porque eu tenho alguns (poucos) exemplos bem-sucedidos de pessoas que conseguiram fazer bem alguma coisa além da faculdade. Mas eu também não suporto estudar pra tirar 7 ou 8. Isso era muito aceitável no Ensino Médio, porque era tudo muito inútil no meu ponto de vista (e eu ainda acredito que seja!). Mas agora que eu escolhi o que eu quero fazer pro resto da vida, não dá pra ficar sendo aluninha mediana. Eu não quero que seja assim.

Enfim, só queria que viesse forças e disposição do fígado pra agüentar esse restinho de semestre, que tá sendo foda, sério. Eu não faço tanta questão de ser a melhor da turma, só queria poder dar meu máximo. E que seja assim.

E chega logo, aniversário! Inferno astral é uma lei na minha vida.



BUSY BUSY BUSY – part II
13 de maio de 2009, 12:45 AM
Filed under: Sem categoria | Tags: ,

Situação atual:

3 provas, meio fichamento, simulois, vila DNOCS. A lista nunca diminui, sério!

obs.: já estudei pra uma prova, hehe.

CADÊ AS FÉRIAS, POXAVIDA?!