Another Words


wth is going on?
11 de julho de 2010, 6:51 PM
Filed under: 1

Eu sei que faz trilênios que eu não posto, até porque eu tenho um tumblr agora, o que deixa tudo menos pessoal – ponto positivo. Mas eu sinto falta de escrever sobre mim às vezes, coisa que os 140 caracteres do twitter não são suficientes.

Acho que faz um mês que eu venho twittando coisas como “que onda a minha” ou “putamerda, que azar o meu”. E acaba que fica nisso e eu nunca posso falar alguma coisa a mais. Primeiro que todo mundo lê, segundo que não tem espaço suficiente. Não que eu me importe que as pessoas leiam o blog, mas eu sei que quem tá lendo é porque quis, teve o trabalho de lembrar o endereço do blog, digitar e ler.

Possível leitor, faz um tempo que eu percebi que as coisas acontecem em um movimento pendular: fica tudo bem e, inevitavelmente, piora – pra que possa melhorar de novo. E vice versa. Acontece que eu acho que tou naquela extremidade incômoda que parece não voltar nunca pro movimento do relógio continuar, sabe? Não me entenda mal: as faculdades estão indo normalmente, assim como o estágio. Não tá nada incrível, mas não tá horrível também. Mas minha vida pessoal tá um fiasco completo. Em tudo, menos no quesito “família”. Pelo menos. E ainda bem. Porque é só o que me falta mesmo. Mas outra coisa que eu percebi foi que as coisas não pioram tudo de uma vez ou melhoram tudo de uma vez. Sempre tem uma partezinha da sua vida que tá tranquila e feliz, mas que, por causa das outras partes, você acaba dando menos valor. C’est la vie, não vou ficar fazendo terapia interna 24h por dia pra que eu internalize que tá tudo muito bem aqui em casa e que eu deveria estar feliz por isso. Porque o que tá ruim, tá ruim de verdade e tá me incomodando muito. E tá ruim da pior maneira possível.

Eu sei que esse é o drama da minha vida, o fato de nunca me acontecer nada e quando eu conto isso pra alguém, a pessoa acha que eu sou ingrata e blablablá, porque não percebo quanta coisa boa me acontece. E até concordo, mas eu tou precisando muito de um equilíbrio. E fico me perguntando se as coisas não me acontecem por minha culpa ou se é simplesmente porque o universo decide não ser legal comigo nesse ponto, me compensando pela estabilidade nos outros pontos da minha vida. E se a culpa é mesmo minha, o que que eu posso fazer? Sério, me diz e eu juro que faço. Eu já cogitei algumas possibilidade muito toscas pra serem executadas, porque não é possível que a resposta seja mesmo essa. Se todos os meus problemas pessoais se resumem a isso, peloamordedeus, que saco de cidade e de pessoas.

Bom, eu realmente preciso parar de escrever porque preciso sair agora. Se eu andar muito sumida, é porque as coisas melhoraram. Por favor, alguma coisa me aconteça. Por favor, universo.

Anúncios


É A MÚSICA DO COMEÇO!
11 de abril de 2010, 2:15 AM
Filed under: 1 | Tags: ,

Fiquei com dó de editar o post passado, que tá bem honesto. Mas tava cantarolando a parte da música aqui, pra ver se vinha uma luz e pensei no começo do filme. Fui no youtube lindão e PAM! não era “I see you, you see me”, MÃÃÃS as músicas realmente têm uma parte parecida (com muita criatividade e boa vontade, mas era a música que eu tava pensando anyway). Nice.

(o nome da música do início é “I can’t seem to make you mine”)



I see you, you see me
11 de abril de 2010, 2:06 AM
Filed under: 1 | Tags: , ,

Botei na minha cabeça que a música dos créditos de “A Casa do Lago” era muito parecida com o final de “I see you, you see me”, the magic numbers.

Nem lembrava direito do filme, mas eu sempre mantive essa curiosidade em saber se era essa música ou não (até porque eu não me lembro onde eu a ouvi pela primeira vez e, na minha tese interna, eu acho que foi procurando a música dos créditos do filme).

Hoje eu vi que ia passar A Casa do Lago na Warner (dublado, blé) e fui ver o filme, louca pra chegar nos créditos. Acabou que eu revi o filme com muita boa vontade e amei de novo. E fiquei confusa de novo. Apesar de toda a ficção, eu ainda não tenho certeza se o roteirista foi coerente. Não vou nem começar a discutir isso, porque acabo dando um nó com as palavras e estresso e encerro o post. Anyway, choray. Lindo demais, mas vamos ao que interessa: os créditos!!!

“Tá, parem de se beijar. Cadê os créditos?” NÃO PASSA CRÉDITOS NA WARNER!!! Fuck, é o pior canal do universo. Os seriados mais toscos, os filmes dublados e SEM CRÉDITOS! Tá, até passa, mas a tela é dividida ao meio e fica com o som da metade que passa propaganda daquelas bostas de the big bang theory e two and a half men, boring, de menino.

Enfim, é lógico que eu não ia dormir curiosa desse jeito. Mesmo sendo 2 da manhã, vim aqui procurar os créditos no youtube lindão e acabei achando. Mas era uma música muito, muito aleatória, nada a ver com a do the magic numbers.

Daí eu fico imaginando da onde eu tirei essa história… porque minha vida toda (desde o lançamento do filme, óbvio), eu tinha essa comparação muito sólida na minha cabeça e toda vez que eu ouvia o instrumental do final eu lembrava dessa cena aí do lado e puff, vou ter que desapensar (nerd).

É isso, just for the record mesmo. Keanu Reeves, vc é gats, de um jeito muito particular, mas é, bjs.

Quero ver Doubt, que tava passando hoje na HBO, mas eu priorizei American Idol, lógico, e valeu súper a pena, porque os jurados gastaram a única repescagem com o fortão lá que é uma graça. (L) Até arrepiei na hora.

Enfim, tou gay, beijos.



Will you be around?
2 de abril de 2010, 12:08 AM
Filed under: 1 | Tags:

Kara Dioguardi é minha nova musa. Isso porque eu comecei a viciar em American Idol e vi que uma das top 12, Didi Bonami, cantou uma música linda, Terrified, e era da Kara. Depois eu percebi que quase todas as músicas boas do mundo foram escritas pela Kara Dioguardi. hahaha E ela ainda canta muito bem…

Pra variar, nada pra contar.



Untitled no. 3
8 de março de 2010, 1:17 AM
Filed under: 1 | Tags: ,

Achei esse site maravilhoso, the grey’s anatomy wiki, que tem tudo tudo tudo sobre os episódios. O que interessa são as músicas,porque, convenhamos, a trilha sonora de Grey’s Anatomy é incrível! Conheci muitas bandas/cantores por causa de GA. No último episódio lançado, tem duas músicas mucho legais e bem desconhecidas, porque nem no youtube tem. Tive que ir no myspace dos caras que cantam, então vou compartilhar a quem interessar:

http://www.myspace.com/jamesvmcmorrow – ouça “from the woods” desse cara e

http://www.myspace.com/aliharter – untitled no. 3 dessa, que parece muito regina spektor e ingrid michaelson.

=)



Boring
7 de março de 2010, 6:36 PM
Filed under: 1

Não quero mais cumprir minhas 101 metas, beijos.



27 de fevereiro de 2010, 8:18 PM
Filed under: 1

Não sei mais escrever. Não tenho mais histórias legais e, quando tenho, fico com preguiça de escrever, porque eu sei que vai tirar toda a emoção do que aconteceu. Além do mais, muitas das coisas legais que acontecem são pessoais, então acaba que eu escrevo e salvo aqui no rascunho e fica…

Por fim, eu só escrevo as big news mesmo. Do tipo: tou trabalhando de 8 às 19h, pra poder repor meu horário por causa da viagem, tou com 20 créditos na UnB, 24 na UDF e agora Lamparina. Entendeu, possível leitor?! CAOS, pra variar. =)

ai, que saco, sério. quero voltar a escrever…